Recentemente fiz uma entrevista com Antônio Milton que é Enfermeiro Gerontológico. O trabalho dele é cuidar da qualidade de vida dos idosos. Poucas vezes vi alguém tão apaixonado pela profissão e ele desbloqueou uma pergunta na minha cabeça durante esse período de Coronavírus; Por qual motivo só reparamos a rotina dos idosos agora?

Bate Papo com Romario Regis – Antônio Milton

Tem muita gente questionando os idosos nos mercados, transportes públicos e nas ruas como se eles nunca estivessem por lá antes. O esteriótipo de idoso é daquela pessoa vulnerável que só vai para a rua para fazer exame e visitar familiares. Estamos errados, os idosos sempre estiveram invisíveis na nossa rotina de juventude e de vida adulta.

Os idosos estão pelos bailes flashback, os idosos estão nas igrejas, os idosos estão na casa um dos outros fofocando, os idosos estão flertando pelo telefone residencial. Os idosos estão vivendo numa faixa diferente da nossa e talvez a gente não compreenda que viver para além dos nossos gostos também é viver uma vida boa de ser vivida.

Assim como os idosos não deveriam estar nos mercados e nas ruas por conta da quarentena, você também não deveria estar. Assim como eles fazem parte do grupo de risco, você faz parte do grupo que mais pode infectar pessoas. Assim como você pode não ter alguém para te ajudar, os idosos também podem não ter. A vida é dura, seja você jovem, adulto ou coroa.

O Portal do Envelhecimento me presenteou com uma matéria em 2017 chamada “A invisibilidade despercebida: Idoso é frágil, mas não é bibelô para ser esquecido na estante da vida“. Concordo. Idoso se diverte, conversa, namora, transa, estuda e se ele está circulando pela cidade é pelo fato de ter os mesmos direitos que você, inclusive pode errar como você.

Quando ver um idoso no mercado em situação de vulnerabilidade, pede para ele ir para casa e vá também. Os dois deveriam estar na quarentena.

Para explicar a necessidade da prevenção contra o Coronavírus, vou usar a Micareta do Mauá como exemplo.

As Micaretas que aconteciam no Mauá tinham uma organização específica que garantia a segurança, número de cervejas e funcionários a partir da capacidade média do público que poderia ir, ou seja, mesmo que acontecesse um grave problema dentro do Mauá, a organização teria algum controle para conter o episódio.

O Sistema Público de saúde funciona da mesma maneira. Ele se organiza com um orçamento específico com uma capacidade média para as doenças que já existem e a compra de itens médicos, contratação de profissionais e recursos disponíveis é contado dentro de uma expectativa de usuários médios.

Se na Micareta entrar um grupo de 5 pessoas armadas trocando tiros lá dentro, o sistema de segurança acaba sendo desarticulado pois a organização da micareta não conseguiria prever um episódio atípico como esses. Isso serve para o sistema de saúde, que mesmo com sua organização média, não está preparado para receber um volume enorme de pessoas com o Coronavírus por falta de leitos, equipamentos e profissionais.

E é para isso que serve a Prevenção. No caso da Micareta os seguranças revistando as pessoas e no caso do Sistema de saúde a implementação da quarentena.

Vou dar um exemplo em relação ao vírus.

Uma cidade tem 100 pessoas e todas elas serão infectadas ao longo do tempo. Dessas 100, 30 vão passar pelo estado mais grave dos sintomas. Na mesma cidade, o hospital só consegue atender por semana 5 pessoas em estado grave.

Se as pessoas não respeitarem a quarentena e 10 pessoas manifestarem os sintomas graves ao mesmo tempo, 5 delas não serão atendidas. A prevenção é justamente para que os casos graves cresçam a medida que o sistema de saúde dê conta de executar os atendimentos.

Nesse sentido, a quarentena serve para que a média de casos graves ou infectados seja proporcional a capacidade de atendimento do sistema de saúde de um país, cidade ou estado.

O Brasil não trata prevenção como algo sério. A falta de prevenção gerou o crime que a Vale cometeu em brumadinho. A falta de prevenção faz nossos rios e ruas alagarem em chuvas intensas. A falta de prevenção fez o Flamengo cometer o crime contra os garotos do ninho. Vamos tratar prevenção do Coronavírus como algo menor novamente?

Até a data de hoje o Brasil tem 203 confirmados com o Coronavírus. No mundo são 174.295 mil confirmados com 6.673 mortes até então. Não vou entrar nas teorias da conspiração que estão dizendo que a China inventou esse vírus pois não existe nenhuma prova ou pista para confirmar isso e mais parece conversa de terraplanista.

O Brasil teve um aumento de 65% de infectados em apenas 24h e depois de São Paulo, o Rio de Janeiro é o Estado com mais pessoas com o vírus no nosso país. Países como Argentina e Colômbia já fecharam suas fronteiras na América Latina. Alguns países na Europa estão restringindo aeroportos, portos, estradas e ferrovias, além da mobilidade em qualquer espaço público que pode ser passível de punição dependendo do caso.

E no Brasil?

No Brasil temos o Presidente da República dizendo que o Coronavírus está sofrendo um “superdimensionamento” mesmo depois de mais de 6 mil mortes no mundo. Temos Governadores e Prefeitos desrespeitando as orientações mínimas da Organização Mundial da Saúde. Temos parte da população entendendo quarentena como férias para ir para a praia, viajar, curtir festas e assim seguimos tentando fazer um controle epidemiológico sem nenhum comprometimento público.

Existem dois grupos nesse contexto. O grupo dos que são obrigados a trabalhar e não tem o que fazer a não ser ter cuidados redobrados no seu dia a dia e o outro grupo que pode ficar na quarentena por conta do tipo de trabalho que exerce. Dentro do grupo que pode ficar de quarentena, existe uma grande parte, se não a maioria, que será a responsável por matar idosos e dar escala ainda maior para o Coronavírus.

Ou “Deus é Brasileiro” e não vai deixar o Coronavírus gerar mais problemas ou “Mente vazia é oficina do Diabo” e eu não sou otimista.

A Prefeitura de São Gonçalo publicou decreto extraordinário na noite desta sexta-feira (13), em Diário Oficial, adotando critérios para o enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional em decorrência do Coronavírus. Dentre as medidas, o recesso escolar na Rede Municipal de Ensino será adiantado para o período entre 16 e 27 de Março, podendo o ato ser prorrogado conforme orientação da Secretaria Estadual de Saúde.


Faltas, atrasos, abandonos, ausências e qualquer ato assemelhado e injustificado em todas as unidades da Rede Municipal de Saúde, no período em que ficar declarada a situação de emergência, serão consideradas infração administrativa de natureza grave.


A vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de São Gonçalo criou um canal direto de esclarecimentos e informações através do número telefônico: 21965975309. o Atendimento é realizado das 9h às 17h, de segunda a sexta-feira. É importante destacar que só serão aceitas mensagens escritas, não podendo ser enviado áudio ou realizar ligações.

Estão abertas as inscrições para 350 vagas gratuitas no curso de Pré-Enem da Firjan SESI em São Gonçalo, que tem o objetivo de contribuir com a formação dos alunos com base nos objetivos do ENEM e de outros vestibulares, expressos em competências fundamentais para ampliação da visão crítica e social necessárias ao exercício pleno da cidadania.

As inscrições ficam abertas até 13 de março de 2020 ou até ser atingido o número limite de candidatos por vaga, conforme previsto em edital.  

Para participar, é preciso ter idade mínima de 15 anos, estar matriculado em turma de 2º ou 3º ano do Ensino Médio (Regular/EJA), em qualquer escola da rede pública de ensino OU já ter concluído o Ensino Médio.

Vinícius Jr. é um gonçalense que está jogando no Real Madrid e ontem, no clássico contra o Barcelona, fez um dos gols que garantiu a vitória do seu time contra Messi, Piqué e companhia. Nasci no Mutuapira, bairro bem próximo de onde o Vinícius Jr. cresceu e assim como ele, vi muitos amigos meus querendo ser jogador de futebol. A história dele é a história de vários da nossa cidade.

Lembro quando ele agradeceu o Flamengo por tirá-lo de São Gonçalo e muita gente questionou como se a maioria da cidade não quisesse ir embora. Sou um dos mais apaixonados por São Gonçalo e mesmo assim reconheço que São Gonçalo não deu nada para Vinícius. Por qual motivo ele deveria agradecer a falta de oportunidades que a cidade o deu?

Mesmo o Brasil sendo a terra do futebol, valorizamos muito pouco os nossos jogadores. Pelé, o maior de todos os tempos, é tirado como qualquer um. Neymar, um dos melhores do mundo, é tirado como qualquer um. Vinicius Jr., de São Gonçalo, jogador do Real Madrid, vendido por 45 milhões de euros, é tratado como se fosse qualquer um.

Assisti um vídeo do Bruno Formiga sobre o nosso conterrâneo que falava sobre como avaliamos um jogador de 19 anos como se fosse alguém já consagrado e reduzimos a um “craque ou um joga nada”. Ele pode não jogar tanta bola quanto nossos gênios, mas ele é um jogador com 19 anos em processo de FORMAÇÃO. Ainda tem muito para aprender, mas é um dos jogadores mais vistos dessa geração e é nosso, é GONÇALENSE.

Torço muito pelo Vinicius. Apaixonado pelo futebol como sou, não o vejo como um dos melhores do mundo, mas acredito que vá conseguir se manter na elite do futebol mundial sem muitas dificuldades. Além disso, essa é uma oportunidade da nossa cidade reaproximar esse garoto que sempre que vem ao Brasil passa no Porto do Rosa para soltar uma cafifa.

Parabéns para o Real Madrid que venceu o Barcelona. Não fosse um Gonçalense tentando, lutando, correndo e fazendo gol, talvez isso não fosse possível. Nosso povo luta em todos os campos, inclusive no Santiago Bernabéu.

O ambiente de uma cafeteria faz toda diferença para uma conversa. Uma boa luz, um bom cardápio e um espaço tranquilo para conversar, trabalhar e botar a cabeça no lugar é fundamental para toda cidade. Nesse sentido, vou listar 6 cafeterias em São Gonçalo para você visitar.

Bistrô D’Avó

Esse é um dos lugares mais lindos de São Gonçalo. Já fui para trabalhar, para flertar, pra bater papo, para descansar e o atendimento é maravilhoso. A dona do Bistrô é a Jandira e ela é um amor de pessoa que vai te dar uma atenção especial que você nunca teve dentro de um empreendimento nessa cidade. O endereço é Rua Eduardo Vieira de Souza, n° 122 – Centro.

Justo Café

Sabe aquela cafeteria que não perde em nada para as referências cariocas do mesmo segmento? Essa é a Justo Café. Preços justos, ambiente extremamente agradável e um ótimo lugar para fechar um bom negócio ou pedir a consagrada em namoro. O atendimento é maravilhoso também. O endereço é Estr. dos Menezes, 850 – Loja 110 – Alcântara.

Bellajoe Cafeteria

A Bellajoe tem um conceito bastante moderno de cafeteria. Fui algumas vezes e me surpreendi com o cardápio que possui alguns itens que eu nunca comi. O ponto alto da cafeteria, na minha opinião, é o restaurante próprio (Bellajoe Restaurante) e a proximidade com o centro econômico da cidade. O endereço é Rua Salvatori – nº61 – Centro.

Bookafé

Falo para meus amigos que essa é um cafeteria raiz. Atendimento rápido, educado e com muita proximidade. Além disso, tem uma comida barata, gostosa e que me dá a sensação de estar tomando café na casa da minha avó. A bookafé é a cafeteria que gosto de ir quando estou com pressa. O endereço é R. Simeão Custódio, nº28 – Centro.

Café do Feirante

Sabe o primeiro amor? Essa foi a cafeteria que me apresentou o universo do café aqui em São Gonçalo. Os primeiros meses acabaram com todo o meu dinheiro de tanto que fui para tomar chocolate quente com bolo de chocolate. Ela é, depois da minha paixão que é a Cervejaria Dois Lados, o melhor cantinho do Partage. Fica no Partage Shopping.

Delícia Café

Fui poucas vezes na Delícia Café, mas acho um lugar bastante agradável para sentar e bater papo. Longe da praça de alimentação e da barulheira de um shopping, ela é uma boa alternativa para quem vai ao Shopping São Gonçalo e quer comer algo e beber um café. Fica no São Gonçalo Shopping.

Oi, tudo bem? Hoje vou listar 7 projetos em São Gonçalo que contribuem para a redução de danos ao meio Ambiente na cidade. Gostei desse formato de lista e vou continuar usando para dar visibilidade para boas iniciativas pelas nossas terras.

Projeto Remoma

Criado pelo Marcos Dias, o Projeto Remoma está fazendo o reflorestando do morro da Igreja Matriz nos últimos 17 anos. O Projeto tem três pilares. O ecológico através do reflorestamento, o religioso por conta da via sacra que fica atrás da Igreja Matriz e o turístico que é a construção de um futuro parque no local.

Coletaí

O Colet é um projeto criado pela jovem Luma Moura que promove o descarte correto de resíduos sólidos através da educação ambiental. Através do cruzamento de dados e mapeamento da cadeia produtiva do lixo gonçalense, o Coletaí conecta a população aos pontos de coleta de lixo da cidade.

Desafio do Lixo – Pedrinhas

O Desafio do Lixo – Praia das Pedrinhas iniciou em abril de 2019 e já recolheu mais de 3 toneladas de lixo do manguezal da Praia das Pedrinhas. Fui um dos fundadores e logo em seguida Yonara Costa chegou para contribuir e consolidar o projeto. Uma vez por mês fazemos a limpeza do manguezal com o apoio de dezenas de voluntários.

Reciclus

Apesar de não ser uma marca/projeto nativo de São Gonçalo, eles estão presentes em alguns empreendimentos na cidade. A Reciclus destina corretamente as lâmpadas que vão para o lixo. Os pontos de coleta aqui em São Gonçalo estão no Makro São Gonçalo, Carrefour Alcântara, Lojas Riachuello, Atacadão, São Gonçalo Shopping, Casa Show São Gonçalo e Extra Supermercados.

Projeto Uçá

O Projeto Uçá é patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental.Sua missão é a conservação de ecossistemas costeiros,com foco nos manguezais e valorização de povos tradicionais.”. Apesar de atuar em todo o leste da Baía de Guanabara, é preciso destacar sua enorme importância para São Gonçalo que também é banhada pela Baía. Suas ações são em diversas frentes da preservação ambiental.

São Gonçalo Shopping Sustentável

O Programa São Gonçalo Shopping Sustentável tem como finalidade implementar ações que preservem o meio ambiente. A unidade possui um local destinado a separação e compactação de lixo reciclável como: papel, papelão, alumínio, plástico, ferro, e lixo descartável, como: comida, papel molhado, embalagens. A Central de Reciclagem é destinada a lixos recolhidos nas lixeiras do shopping. Além disso, possuem coletores de pilhas, baterias e lâmpadas fluorescentes.

Associação dos Produtores Rurais Assentados da Fazenda Engenho Novo

A Associação foi construída por conta dos assentamentos de terras no entorno da Fazenda Engenho Novo, em Monjolos. Desde a divisão das terras, os produtores rurais se organizam para fazer feiras e eventos levando produtos produzidos pelas famílias. A contribuição da associação, para além de manter as terras produtivas, é de garantir uma produção local de frutas e verduras de altíssima qualidade.

Domingo, final de tarde e os ônibus estariam passando pela Paul Leroux. Os camelôs estariam colocando gelo para a cerveja, refrigerante e cantina da serra. Os fogos começariam a estourar e eu saberia que era hora do bom e velho sambão.

Junto com a decadência da Porto da Pedra por faltas de investimentos públicos e privados, um dos eventos mais importantes da cidade também miou. De Novembro até o carnaval, domingo era dia de se divertir no inferninho localizado entre a mangueira e o paraíso.

O mais legal era a democracia da festa. Na Praça dos Ex-Combatentes as famílias ficam perto do tanque para curtir os brinquedos, uma galera curtindo outras coisas atrás do tanque, os esfomeados no meio da praça, os cachaceiros na frente da UERJ, os funkeiros ficam depois da UERJ, os playboys na frente da Estação dos Sabores e os casais espalhados por todas as ruas paralelas possíveis.

Mesmo com o trio elétrico com um som não tão bom, mesmo com as eventuais brigas que sempre rolavam, o sambão era diversão certa. Gerava economia para quem queria vender umas bebidas, gerava diversão para quem estava sem nada para fazer, gerava uma consagrada ou consagrado para quem estava procurando, gerava briga para quem estava procurando briga, etc.

Falando em busca, já reparou como a gente fica buscando na memória relembrar das pessoas nos anos anteriores? Fico reparando quem engordou, quem emagreceu, quem cortou o cabelo, quem pintou o cabelo, quem enriqueceu, quem foi solto, quem está namorando com quem?

Não escutei as gritarias, aquele som ruim, não comi meu frango empanado e não vou relembrar de como é bom andar, andar e andar pelo ensaio do Porto da Pedra sem ter nada para fazer além de trocar ideia andando de um lado paro outro.

Sobre o desfile da Porto da Pedra – Madrugada de sexta para sábado às 00:15h.

Se rolasse uma refundação da cidade de São Gonçalo, nosso símbolo seria uma bisnaga de maionese temperada. Teríamos bisnagas verdes, amarelas, roxas com orégano e avermelhadas com pimenta na bandeira.

Já rodei muitos estados, mas a melhor maionese temperada do país deve ser a nossa. Espalhadas pelos centros gastronômicos das praças e dos bastidores da falta de luz, todo ponto de x-tudo tem um sabor único. Uns mais gordurosos, outros mais gourmet, outros que nem gosto de maionese tem, mas todos são parte fundamental do podrão do final do dia.

Pode parecer bobeira, mas a maionese temperada é uma das dimensões da sustentação econômica da cidade. Ao mesmo tempo que a economia do país e da cidade vão se pulverizando por conta de toda uma conjuntura política instável no Brasil, esse tipo de especiaria, aliado ao mercado de consumo de alimentos de rua, é um mecanismo importante para a vida econômica local.

Tenho certeza que quando você vai escolher o local para comer leva em consideração a maionese temperada. Lembra do lanche, dos acompanhamentos e vê, se no final, o tempero te ganha.

E pra você? Qual é a melhor maionese temperada da cidade?