Ricardo Salomão – Bailarino, Educador e Presbítero

Ricardo Salomão nasceu e foi criado no Salgueiro, É professor, coreógrafo, bailarino, auxiliar administrativo, presbítero, pai e criador da Corppus. Esse profissional realiza várias atividades. Já esteve em festivais estaduais e nacionais. Além disso, fez cursos internacionais, participou de Workshops com professores do Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e fez parte do … Continue lendo Ricardo Salomão – Bailarino, Educador e Presbítero

Anúncios

Emerson Bueno – Bailarino, Professor e Empreendedor

Emerson Bueno tem 28 anos e foi criado no Mutuá, em São Gonçalo. Escolhido pela dança com apenas 17 anos, faz parte da Ako Dance há oito anos, é professor de dança e auxiliar de produção e coreografia, além de empreendedor. Em janeiro de 2018, Emerson sua própria empresa. O local se chama ''Studio B … Continue lendo Emerson Bueno – Bailarino, Professor e Empreendedor

Erick Bernardes – Escritor, pesquisador e crítico literário

Erick é criado no Engenho Pequeno e nos últimos 26 anos mora no bairro Lindo Parque, é escritor e está prestes a completar 41 anos. Há seis anos ele escreve críticas literárias e há três, ficções. Em sua obra recém lançada chamada "Panapaná", fala sobre pontos conhecidos do município como a fábrica de máscaras da Covanca, … Continue lendo Erick Bernardes – Escritor, pesquisador e crítico literário

Flávia Perrú – Paixão, educação e família da dança

Flávia Perrú é uma gonçalense criada no Porto da Pedra. Iniciou no ballet aos 3 anos e nunca mais parou. Também é apaixonada pela educação e buscando se qualificar desde o início de sua formação, se graduou em Letras pela UERJ e em Dança pela UFRJ. Em 1999, Flávia fundou a ONG Projeto Quem Dança Faz Arte … Continue lendo Flávia Perrú – Paixão, educação e família da dança

Ivan de Oliveira – ator, professor e apaixonante

Ivan não é gonçalense. Nasceu em Jacarepaguá e veio morar em São Gonçalo com 14 anos por conta do trabalho do pai. E aqui mesmo, em São Gonçalo, descobriu seu amor pelo teatro. Ele estudou no Frederico Avezedo e foi lá que começou essa linda história de amor com os palcos. Uma professora de educação … Continue lendo Ivan de Oliveira – ator, professor e apaixonante

Priscila Rebeca e o uso do funk como transformação social

Priscila nasceu em Niterói e voltou pra casa em São Gonçalo. Ela está na produção cultural há quase 20 anos. E durante essas duas décadas tem produzido festivais, bailes e "A Casa do Funk" que é uma das referências no campo da música no Estado do Rio de Janeiro. A Casa do Funk é o … Continue lendo Priscila Rebeca e o uso do funk como transformação social

Marcos Moura e a jornada do herói no campo da cultura

Marcos Moura nasceu em Itaúna, em São Gonçalo, mas aos 4 anos de idade foi morar no Apollo II, em Itaboraí. Ele é criador da Ponte  cultural, uma iniciativa que é símbolo de resistência. O projeto não possui fins lucrativos e surgiu em julho de 2016, com o propósito de transformação social por meio de … Continue lendo Marcos Moura e a jornada do herói no campo da cultura

Angélica Maria, a conciliadora da Cultura.

Angélica não nasceu São Gonçalo. Ela nasceu em Queimados, se profissionalizou como bailarina em Nova Iguaçu, mas na década de 90 foi abraçada pelo nosso país, São Gonçalo. A partir daí, começou seu trabalho com dança na cidade. Bem no início da década 90 ela começou a dar aulas na Academia Elô Reis e três … Continue lendo Angélica Maria, a conciliadora da Cultura.

Igor Lopes e um sonho que se consolidou.

Igor Lopes é cria do Boaçú e decidiu ser um profissional da dança com apenas 16 anos de idade. Atualmente, ele é professor do Cenarte Dimensões e fundador da Dimensões Cia de Dança, onde trabalha com sua sócia , Alline Curvão.  Igor também é responsável pelo ''Além das Fronteiras do Movimento'', no qual dá aulas … Continue lendo Igor Lopes e um sonho que se consolidou.

Verônica Inaciola e o resgate das culturas populares.

Verônica Inaciola nasceu em São Gonçalo, no ano de 1963. Ela é pedagoga por formação e desenvolve um lindo trabalho sobre os povos tradicionais.  E em nosso bate-papo conseguia ver o todo amor e crença no que realiza. Dava pra sentir toda raiz brasileira, fluminese e gonçalense que há nessa mulher.  Ela passou parte de … Continue lendo Verônica Inaciola e o resgate das culturas populares.