Nanci tem muitos defeitos, mas aquele sofá jogado no valão não é só dele

Antes de qualquer crítica compartilhada, não tenho dúvidas de que o maior responsável por toda a limpeza urbana, toda a estrutura para que não existam alagamentos é do poder público. A busca por investimentos, a busca por soluções, a conscientização pública, a coleta de lixo é responsabilidade do poder público, mas o sofá jogado no valão eu não tenho certeza. Queria a ajuda de vocês.

Antes da gente culpar uma pessoa por jogar um sofá na rua ou culpar a Prefeitura por um sofá estar na rua, precisamos fazer algumas perguntas importantes.

  • São Gonçalo tem um sistema de coleta de resíduos como sofás, armários e geladeiras que funcione com eficiência?
  • Se funcionar com eficiência, é um programa acessível para as pessoas em todos os lugares da cidade?
  • Se funcionar com eficiência e for acessível, tem uma constância e presença que atenda a demanda da cidade?
  • São Gonçalo tem um programa de conscientização ambiental nas escolas e fora das escolas para criar um hábito de separação de lixo local?

Essas perguntas me fazem avaliar que São Gonçalo tem uma coleta de lixo comum bastante ok se comparado com as gestões anteriores, mas para esse tipo de resíduo (sofás, por exemplo) o atendimento não é bom, ou seja, se uma pessoa tiver um sofá e quiser se livrar dele certamente ela terá problemas.

Entramos no próximo problema. Mesmo o poder público não garantindo uma destinação eficiente para esse tipo de resíduo, se a pessoa jogar o sofá num canteiro, isso se configura crime ambiental (Artigo 54 da Lei 9.605/98) que pode ter uma pena de reclusão de um a quatro anos, e multa. Se ela resolver queimar o sofá também é crime da mesma lei 9.605/98.

Institucionalmente a responsabilidade é do poder público (todas as esferas). Se o poder público negligencia o recebimento do lixo, se o poder público não multa e pune quem comete esses crimes e se depois do sofá colocado na rua o poder público não é eficiente para retirar, não tenho dúvidas que institucionalmente a responsabilidade é sim do poder público, mas é só disso que se trata um sofá na rua?

Existem temas que são de total responsabilidade do poder público, mas o equilíbrio ambiental para evitar a sujeira das vias públicas e evitar eventuais problemas mais graves também é de nossa responsa, não é? Como disse, institucionalmente não existe nenhum problema em culpar apenas o Prefeito, Governador e Presidente, mas é essa São Gonçalo que queremos construir?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.